quinta-feira, 28 de maio de 2009

Para quando um Decreto-Lei (...)


  • Que proteja a vida e não permita a morte?

  • Que alimente os afectos e elimine as ausências?

  • Que aligeire os fardos do dia-a-dia e pese na dádiva aos outros?

  • Que oriente quem precisa de rumo e distribua tempo para estar com quem mais se gosta?

  • Que mate o desespero e devolva a paz...

... às famílias tristes, cansadas, zangadas, desfeitas, humilhadas, roubadas, perdidas, separadas, anuladas nestes tempos tão hostis e caóticos?

quarta-feira, 27 de maio de 2009

A minha Campanha Eleitoral

Eu Voto Não!
Eu Voto Contra a corrupção e a incompetência!
Eu Voto pelo futuro das nossas Crianças!
Eu Voto Contra a injustiça e a pobreza sob todas as suas formas!
Eu Voto pela Qualidade de Vida!
Eu Voto Contra este sistema político!
Eu Voto por Portugal e pelos Portugueses!
Não podendo votar de outra maneira,
Eu Voto Nulo!

Memórias olfativas

Lápis acabadinhos de afiar
Livros novos
Relva acabada de cortar
Rive Gauche (YSL) nos anos 80
Colecções de borrachas que apetecia comer
A velha biblioteca do colégio

Daily Inspiration


Your task is not to seek for love, but merely to seek and find all the barriers within yourself that you have built against it (Rumi ) and tear them down (Angela)


The Law of Least Effort

Nature's intelligence functions with effortless ease, with carefreeness, harmony, and love. And when we harness the forces of harmony, joy, and love, we create success and good fortune with effortless ease. I will put the Law of Least Effort into effect by making a commitment to take the following steps:


  • I will practice acceptance. Today I will accept people, situations, circumstances, and events as they occur. I will know that this moment is as it should be, because the whole universe is as it should be. I will not struggle against the whole universe by struggling against this moment. My acceptance is total and complete. I accept things as they are this moment, not as I wish they were.

  • Having accepted things as they are, I will take responsibility for my situation and for all those events I see as problems. I know that taking responsibility means not blaming anyone or anything for my situation (and this includes myself.) I also know that every problem is an opportunity in disguise, and this alertness to opportunities allows me to take this moment and transform it into a greater benefit.

  • Today my awareness will remain established in Defenselessness. I will relinquish the need to defend my point of view. I will feel no need to defend my point of view. I will feel no need to convince or persuade others to accept my point of view. I will remain open to all points of view and not be rigidly attached to any one of them.

Deepak Chopra

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Querida Ana Margarida


Era mesmo assim que eu sentia a nossa amizade de infância!!!

A13 – Marateca / Almeirim (2003/2004)

De entre várias A's, esta foi a que deixou as marcas mais felizes… experiências, amizades, um verão escaldante, muita poeira, grandes almoços, de bicicleta até ao estaleiro ou de patins no asfalto a inaugurar, uma lágrima quando pela primeira vez passei após inaugurada, gado bravo à solta no aterro, pontes que nascem no “deserto”, grandes máquinas de terras, o meu patrol atascado e a bulldozer a puxar… Que saudades! Passei por lá agora e continua quase “virgem” como quando a deixei – pouco trânsito ou nenhum quero eu dizer! Os corvos multiplicam-se e gregariamente ocupam a faixa de rodagem. O sol reflecte nos arrozais. As cegonhas regressam aos seus ninhos e as boieiras acompanham os animais de pasto. Incansavelmente belo… antes e depois.


terça-feira, 19 de maio de 2009

Mais Ribatejo


  • Coruche - Capital Mundial da Cortiça / FICOR 2009 - Feira Internacional da Cortiça - 29 a 31 de Maio



  • Santarém - 46ª Feira Nacional de Agricultura / 56ª Feira do Ribatejo - 6 a 14 Junho


"A ANEDOTA EM QUE SE TRANSFORMOU O NOSSO PAÍS:

  • Uma adolescente de 16 anos pode fazer livremente um aborto mas não pode pôr um piercing.
  • Um jovem de 18 anos recebe 200 do Estado para não trabalhar; um idoso recebe de reforma 236 depois de toda uma vida do trabalho.
  • Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.
  • O mesmo fisco penhora indevidamente o salário de um trabalhador e demora 3 anos a corrigir o erro.
  • Nas zonas mais problemáticas das áreas urbanas existe 1 polícia para cada 2000 habitantes; o Governo diz que não precisa de mais polícias.
  • Um professor é sovado por um aluno e o Governo diz que a culpa á das causas sociais.
  • O café da esquina fechou porque não tinha WC para homens, mulheres e empregados. No Fórum Montijo a WC da Pizza Hut fica a 100mts e não tem local para lavar mãos.
  • O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga ISP (Imposto sobre produtos petrolíferos).
  • Nas prisões é distribuído gratuitamente seringas por causa do HIV, mas é proibido consumir droga nas prisões!
  • No exame final de 12º ano és apanhado a copiar chumbas o ano, o primeiro-ministro fez o exame de inglês técnico em casa e mandou por fax e é engenheiro.
  • Um jovem de 14 mata um adulto, não tem idade para ir a tribunal. Um jovem de 15 leva um chapada do pai, por ter roubado dinheiro para droga, é violência doméstica!
  • Uma família a quem a casa ruiu e não tem dinheiro para comprar outra, o estado não tem dinheiro para fazer uma nova, tem de viver conforme podem. 6 presos que mataram e violaram idosos vivem numa sela de 4 e sem wc privado, não estão a viver condignamente e associação de direitos humanos faz queixa ao tribunal europeu.
  • Militares que combateram em África a mando do governo da época na defesa de território nacional não lhes é reconhecido nenhuma causa nem direito de guerra, mas o primeiro-ministro elogia as tropas que estão em defesa da pátria no KOSOVO, AFEGANISTÃO E IRAQUE.
  • Começas a descontar em Janeiro o IRS e só vais receber o excesso em Agosto do ano que vem, não pagas as finanças a tempo e horas passado um dia já estas a pagar juros.
  • Fechas a janela da tua varanda e estas a fazer uma obra ilegal, constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.
  • Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos o pões a trabalhar contigo num oficio respeitável, é exploração do trabalho infantil, se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais, a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe!
  • Numa farmácia pagas 0.50€ por uma seringa que se usa para dar um medicamento a uma criança. Se fosse drogado, não pagava nada!

Obrigado Portugal. Estamos orgulhosos. E agora?! Sim eu sei, vais voltar a olhar para o teu umbigo e dizer que tudo está bem, ou se disseres que está mal.. que pensas fazer em relação a isto?! ..deixar que os outros resolvam por ti?! Então mereces tudo isto em dobro. Mexe-te, grita, mostra a tua indignação e luta, ou em breve poderás ser tu e os teus dentro destas estatísticas e o teu vizinho fará como tu. Olhará para o lado."

(A circular por e-mail - autor desconhecido)

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Para Pensar

Foto: Cisne negro do Fluviário de Mora, Setembro 2009

“Antes da descoberta da Austrália, as pessoas do Velho Mundo estavam convencidas de que todos os cisnes eram brancos.”

In "O Cisne Negro" de Nassim Nicholas Taleb (D. Quixote)

Desmistificando...

Um pára-choques é... isso mesmo, uma coisa que pára um choque! Escrevo estas linhas a propósito do drama vivido estes dias por uma colega que alegadamente bateu no dito de um A4, propriedade de um senhor muito do chico esperto e que lhe quis sugar de imediato 150 Euros para fazer o arranjo na oficina do pai, mas que se fosse pelo seguro que ia mandar por na marca - ora daqui conclui-se que o pai não é grande espingarda em bate-chapas!
Pois eu sempre que tenho um carro novo acontece logo um disparate qualquer: ou me batem, ou eu raspo! Bendito pára-choques que para isso lá está, e é feito de material amortecedor, diferente do resto da carroçaria, tal como nos carrinhos de choque. Assim sendo impõem-se a pergunta: porquê que assim que há um cisquinho a maioria das almas quer logo trocar de pára-choques? Não é um desperdício de dinheiro, tempo, e recursos - a mal do planeta que já está tão esgotado?! IRRA que idiotice! Pois eu, não troco nem mando para arranjo. O carro vale pelo "coração" que tem lá dentro - o meu é uma bomba, agora o do A4 já duvido!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Peregrinação


Hoje é 13 de Maio - dia de Nª Senhora de Fátima.


O meu amado filho já iniciou a sua peregrinação ao encontro do Seu Glorioso Filho.

Surreais citações

Almeida Santos - Presidente do PS:
« Não se paga aos deputados o suficiente para que sejam todos apenas profissionais. Quanto às justificações para as faltas, é verdade que a sexta-feira é, em si própria uma justificação, porque é véspera de fim-de-semana. Eu compreendo isso. Talvez esteja errado que as votações sejam à sexta-feira. Não julguemos também que ser deputado é uma escravatura, porque não é, nem pode ser. É preciso é arranjar horas para a votação que não sejam as horas em que normalmente seja mais difícil e mais penoso estar na Assembleia da República».

Manuel Pinho - Ministro da Economia:
"A minha forma de estar na vida é defender as pessoas que trabalham comigo, a minha equipa e os meus amigos."


Vital Moreira - Cabeça de Lista do PS às Eleições Europeias
Público- Está arrependido de ter ido à manifestação do 1º de Maio da CGTP?
Vital Moreira- Eu não fui a manifestação nenhuma.
Público- Como?
Vital Moreira- Integrei uma delegação oficial do PS que foi cumprimentar as direcções da CGTP primeiro e da UGT depois.


Estarão possuídos ou são apenas e necessariamente brainless ao serviço de uma lula gigante?
Pinócrates é o timoneiro histérico mas também não passa de um oportuno testa de ferro!
Ah pois é!...

Nota: Recuso-me a expor fotografias de aliens no meu blog por uma razão estética e para não agravar mais a agonia existencial dos terráqueos tugas.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

III - O Liceu

Do meu 9º ao 12º ano estudei no Liceu de S. João do Estoril (1986-1990), e continuei na senda de bem aprender: Matemática, Física e Química – as fundamentais! Eu gostava mesmo de estudar. Tudo era tão simples, a vida era tão simpática e linear! Destes tempos recordo "o monte" de amigos que tinha, muito por causa do desporto, nomeadamente do futebol pois nessa altura era completamente fanática - esqueci-me de mencionar n’”O Princípio” que sou benfiquista desde “pequenina” por parte de pai!
Fica o namorado sportinguista Nuno - uma atracção irresístivel pelo verde (?!) -, as tardes de furo na praia ou nos campos de basket, as aulas de química analítica, o estudo das obras literárias (Os Maias, Viagens na Minha Terra, etc.), o prof. de economia apaixonado pela teenager, o “Gonçalão”, o Tiago Salazar (hoje escritor de viagens, andarilho do mundo), a malta de humanísticas (era assim que se dizia no meu tempo!), a turma do 9º (a melhor de sempre!). O 12º foi o ano mais cinzento. A corrida à faculdade era uma realidade e o futuro uma incógnita. Mas eu sabia o que queria: Engenharia Geológica ou Mecânica a tirar no Técnico - nem sabia muito bem o que ist(o) era!...

Chuva, livros e bolinhos

Pois, assim decorreu mais um FDS... O Tiago, mesmo debaixo de chuva, só queria andar pelo jardim a azucrinar os canitos; Eu tratei da dor de cabeça com paracetamol e esmifrei-me para acabar o sétimo volume da saga do Harry Potter - consegui! Tenho de dar os parabéns à J.K. pelo fantástico trabalho. O final é emocionante e moralizador. Agora posso descansar a ler coisas mais "sérias"!... Ainda tive tempo para fazer um valente bolo de chocolate e licor de ginja para acompanhar o Earl Grey das 17h sharp de Domingo de modo a afugentar a ideia da 2ª Feira que se avizinhava.

PS. - Confirma-se a retirada do sal do pão! IRRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 8 de maio de 2009

II - O Colégio


Em Outubro de 1977, com 5 anos, entrei no Colégio do Amor de Deus (est. 1950), em Cascais. Ainda me lembro do primeiro dia – da primeira viagem na carrinha com a Irmã Lúcia e o Sr. Darwin - e de me ter visto sozinha e aflita no hall de entrada do grande edifício: encontrei a Sandra, e, de mão-dada, afugentámos o medo e ficámos amigas para sempre. Até 1986 subi as escadarias do conhecimento, da disciplina e da responsabilidade, dos valores e da moral, e da amizade. Que saudades das colegas e das irmãs, da antiga capela forrada a carmim, do ginásio e das salas de aula. Recordo especialmente a Irmã Margarida (directora), a Professora Helena Pinheiro (inglês), o Professor Schiappa (matemática e ciências naturais), o Professor Burnay Bastos (matemática), e tantos outros… Trabalhos manuais e educação musical, educação física e desporto, catequese e religião e moral – disciplinas complementares à boa formação das jovens. “O Amor de Deus faz Sábios e Santos” era o lema, mas só mais tarde o compreendi… Das amizades, foi a Ana Margarida a mais importante de todas, a minha melhor amiga de sempre: amizade desinteressada e verdadeira como já ficou expresso neste memorial internético.

http://www.cad-cascais.org/

quinta-feira, 7 de maio de 2009

A Ginja Real como motor de mudança do paradigma mental português

Trouxe para casa no passado FDS umas preciosas gotas deste néctar da bela Cidade de Ourém, condado de S. Nuno de Santa Maria.
Não, não estou a apelar ao consumo de álcool (e este é bem puro, nada de misturar aguardente!), mas sim a uma beleza sensorial que desperte a inteligência e a vontade…
É toda uma tradição artesanal engarrafada que mostra o que de bom e escondido tem este nosso Portugal.
Dois dedos à noite, depois do jantar (que se quer leve!) e que soninho santo…
De manhã, prontos para enfrentar os estouvados "lisboetas" como iluminados búdicos.

terça-feira, 5 de maio de 2009

À Beira da Cova


é que espera este governo, classe política em geral, seus comensais, corruptos e afins. O folhetim só podia terminar (?) com o negócio do lixo da Cova da Beira. O que está podre tem de ser removido a bem da saúde pública. Fiz algumas obras em aterros sanitários e, meus amigos, não queiram saber o que aquilo é, e quanto mais se escava...
' Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas...' Guerra Junqueiro, escrito em 1886

Chapi, Chapo (*) e outros...

... desenhos animados checos, romenos, polacos faziam companhia às crianças de '70 e '80 - nas quais me incluo - a p/b e depois a cores, apresentados na televisão por um senhor que parecia muito velho e que falava doce e discretamente e que desapareceu ontem da nossa presença aos 83 anos - Vasco Granja - nome mítico e inesquecível para aquelas gerações.

(*) Série TV italienne de marionnettesAnnée de production : 1974Auteurs : Stefano Lonati & Italo BettiolNombre d'épisodes : 60 x 5 min

segunda-feira, 4 de maio de 2009

I - O Princípio


Nasci em Lisboa, numa antiga casa senhorial setecentista junto à Igreja de S. Cristóvão (Alfama), a 19 de Fevereiro de 1972 (Sábado), pelas 20h30, com 2,600 Kg e 47 cm. E mais não sei daí até aos meus dois anos, dos quais datam as minhas primeiras recordações – dos meus pais, da minha casa no Estoril, das viagens, dos brinquedos, dos avós, dos tios e primos. Gostava de brincar com carros e bolas e acarinhava qualquer cão rafeiro que encontrasse na rua. As bonecas eram para “massacrar”, mas tive barbies ainda antes destas viajarem para Portugal. O meu melhor amigo era o Paulo, meu primo. Até pensávamos casar quando fôssemos grandes... Perdêmo-lo aos dezassete anos.
Sou filha única de pais com personalidades em pólos opostos do “zodíaco”! Sendo eu o terceiro vértice do triângulo familiar e aquariana, desenvolvi um espírito independente, sem âncoras emocionais, derivando por onde fui passando, impulsiva e temerária...
(Árvore: Dragoeiro)

Lei Universal

Sinceramente, amigos da blogosfera, eu continuo a pregar a Lei de Pareto(*) como universal para caracterização de todas as coisas: 80% de paspalhos sustenta-se a si mesmos e a mais 20% de escumalha! A mesma que não sabe as baboseiras que diz nem o que o país lhe está a preparar.
Quais sondagens, quais quê!... Alminhas...

Comentário inserido no excelente blog "A FORÇA EMERGENTE"


(*) In 1906, Italian economist Vilfredo Pareto created a mathematical formula to describe the unequal distribution of wealth in his country, observing that twenty percent of the people owned eighty percent of the wealth.